Tratamentos para Queda de Cabelo: Descubra Os 7 Melhores

Qual o melhor tratamento para calvície?

Quanto tempo dura o tratamento da calvície?

Não há uma data limite para que um indivíduo que tenha propensão a calvície e não deseje ficar calvo pare de tratá-la. Assim, teoricamente o tratamento não deverá ser interrompido nunca, porém, aqueles que tem graus médios ou avançados de calvície e já tentaram de tudo e não estão felizes com os resultados, poderão recorrer a um transplante capilar.



1) Shampoos para queda de cabelo

Shampoos são simplesmente cosméticos e não possuem níveis de absorção que possam interferir geneticamente em nosso organismo, porém, alguns médicos receitam shampoos a base de coco para conter a queda capilar, pois os ácidos caprílico e láurico presentes no coco agem inibindo a produção de 5-alfa-redutase sem acarretar complicações para o organismo. Outros dermatologistas recomendam o uso de shampoos anticaspa para conter o avanço da dermatite seborreica no couro cabeludo, e de quebra, diminuir a queda capilar.

2) Minoxidil

tratamento-queda-de-cabeloA principal função do princípio ativo conhecido como Sulfato de Minoxidil é melhorar a circulação periférica no couro cabeludo. Sua ação hipotensora, descoberta na década de 60, foi muito importante para o tratamento da hipertensão arterial. O Minoxidil é comercializado em versões concentradas de 2% e 5%, e age estimulando o crescimento do cabelo e retardando a calvície, sendo indicado para homens e mulheres com idade inferior à 40 anos e perda recente de fios.

3) Finasterida

Em suma, qualquer medicamento para combater a calvície que tenha ação através do bloqueio da enzima 5-alfa-redutase, que por sua vez reflete na diminuição da produção de dihidrotestosterona (DHT) pelo organismo, ou ainda remédios que tenham ação anti-androgênica, poderão trazer sérios riscos à saúde. Esse é o caso da Finasterida, que apesar de possuir grande eficiência na prevenção da queda capilar, pode ocasionar graves efeitos colaterais, sendo impossível prever em quais indivíduos eles irão ou não se manifestar.

4) Estimulação elétrica

Da mesma forma que o Minoxidil, a estimulação elétrica melhora a circulação sanguínea local, e também é indicada para o tratamento da caspa e seborreia. Na estimulação elétrica, através de eletrodos de vidro, é gerado ozônio, composto que possui ação bacterida e antisséptica, favorecendo a nutrição da raiz e estimulando o crescimento capilar.

Há uma série de controvérsias sobre a eficácia desse tipo de tratamento, partindo do simples pressuposto que a circulação sanguínea é quase homogênea na superfície da cabeça, além do que, a mesma não se mostra deficitária em outras áreas do couro cabeludo onde pode não haver rarefação.

5) Carboxiterapia

carboxiterapia-calvicieA carboxiterapia é uma técnica com fins estéticos que consiste na aplicação de injeções de gás carbônico (CO2) sobre a pele. É um procedimento não cirúrgico, minimamente invasivo, de rápida aplicação e que pode ser usado para o tratamento de estrias, celulite, olheiras, sinais de expressão, queima de gordura e até mesmo queda de cabelo.

É mais um tratamento considerado como pura balela por muitos especialistas, já que aparentemente não há causas em comum entre as diversas alterações a qual a técnica promete tratar, além de haver dúvidas quanto à eficácia tida como milagrosa do gás carbônico no trato de alterações tão distintas.

6) Intradermoterapia

A intradermoterapia oferece um mix de ingredientes, que incluem Minoxidil, substâncias visando aumentar o metabolismo do folículo piloso, vitaminas, sais minerais, aminoácidos, e outros compostos que atuam de forma preventiva à queda de cabelo, como a própria Finasterida.

O conjunto mais moderno dessas substâncias compõem um agrupamento chamado de fatores de crescimento, formado por 3 proteínas que estimulam o folículo piloso a produzir cabelo de forma mais rápida e com fios mais grossos.

7) Follixin

follixin-funcionaO Follixin é um suplemento a base de biotina, lançado no Brasil no segundo semestre de 2014, que promete espessar os fios em um curto intervalo de tempo e agir contra o processo de minituarização dos fios restantes. O produto ficou bastante famoso nos Estados Unidos, depois de uma universidade norte-americana testá-lo em um grupo de 800 pessoas com alopecia androgenética, e em seguida, obter bons resultados.

Para saber mais sobre o Follixin, clique aqui.

Sua vez:

E então, o que achou de nossa lista? Já tentou algum dos tratamentos acima? Se sim, quais foram seus resultados? Qual tratamento funcionou para você? Conte-nos mais nos comentários.

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *